Niterói por niterói

Publicado

‘Às vezes pareceu que a medalha de ouro estava longe demais, mas não desistimos’

Martine Grael e Kahena Kunze conquistam o bicampeonato pela classe 49er FX nas Olimpíadas de Tóquio
Martine Grael e Kahena Kunze em Tóquio : Foto- Reprodução Instagram

A cena se repetiu. Martine Grael e Kahena Kunze se jogaram dentro dágua, desta vez em Tóquio, para festejar o bicampeonato pela classe 49er FX, conquistado pela primeira vez no Rio. As velejadoras brasileiras cruzaram a linha de chegada em terceiro na Corrida da Medalha, à frente dos barcos da Holanda, da Alemanha e da Espanha, que disputavam o ouro. O barco de apoio levou o técnico da equipe para o abraço: o pai de Martine, multicampeão olímpico Torben Grael. Emocionadadas, comentaram a jornada em Tóquio:

– Tá difícil de acreditar. Foi uma semana muito difícil. Em alguns momentos a medalha de ouro pareceu longe demais. Mas a gente não desistiu.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email