Niterói por niterói

Publicado

Arquiteto Indio da Costa conta as principais mudanças na Orla de Charitas

Além de novos quiosques e atracadouro, projeto contempla a construção de um parque linear, o redesenho da Praça Radio Amador
arquiteto-indio-da-costa-conta-as-principais-mudanças-na-orla-de-charitas
Projeto Requalificação da Orla de Charitas / Foto: Divulgação Indio da Costa

São muitas as mudanças previstas na Requalificação da Orla de Charitas, que teve seu projeto vencedor anunciado nesta semana. O projeto arquitetônico, comandado pelo arquiteto Indio da Costa, foi selecionado após um concurso promovido pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RJ), em parceria com a Prefeitura de Niterói. Ele prevê quiosques remodelados, a construção de um píer público ao lado do Clube Naval, um deck flutuante na Praça do Rádio Amador, em frente à igreja de São Francisco, com um espaço adaptado para quadras esportivas (futebol, beach tênis), parque infantil e uma horta comunitária, além da criação de um calçadão estilo promenade, como uma extensão da Praia de São Francisco.

O projeto também contempla a construção de um grande parque linear que se estende por toda a praia. Um dos objetivos dos autores é promover um ajuste viário, a fiação embutida e uma nova ciclovia. Além das faixas viárias já existentes, duas novas pistas serão incorporadas ao canteiro central, dedicadas à implantação do futuro VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) ou dos ônibus do BHLS. Segundo o arquiteto Indio da Costa, não haverá nenhuma redução de faixas de rolamento, uma vez que o estacionamento será realocado, o que possibilita a redução da alça de retorno próxima à estação das barcas e a ampliação do trecho da orla.

O arquiteto afirma que o projeto, além de reformular o traçado viário e substituir as ciclofaixas por ciclovias, contempla a criação de um mirante e do primeiro atracadouro público de Niterói.

– A ideia com o redesenho da Praça Radio Amador é promover a valorização do mirante, com uma arquibancada e um anel flutuante, voltados para a vista da Baía de Guanabara; a ampliação do parque na frente do Preventório; a valorização da vocação náutica da praia, com a criação de um centro náutico; a substituição dos quiosques existentes por novos, com uma linguagem mais atual, que ainda será discutida e avaliada com os atuais quiosqueiros; o incremento da vegetação de restinga e o aumento da arborização com espécies adequadas. Além da valorização do Casarão tombado, através de iluminação cênica – ressaltou o arquiteto em entrevista ao A Seguir: Niterói.

Projeto de Requalificação da Orla de Charitas / Foto: Divulgação Indio da Costa

Ainda de acordo com o arquiteto, nesta fase de estudo preliminar, não é possível, no momento, prever custos e detalhes de como será a remodelação da Praça do Rádio Amador, o modelo do atracadouro e a que tipo de embarcação ele será destinado. Essas mudanças ainda serão discutidas com a sociedade e com a Prefeitura de Niterói.

Procurada pelo A Seguir: Niterói, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Mobilidade informou que o escritório que venceu o concurso, comandado pelo arquiteto Indio da Costa, também será o responsável pela elaboração do projeto básico. O concurso público substitui a licitação, o que é previsto em lei. O resultado do concurso será homologado em julho pelo IAB-RJ, e o contrato para o projeto básico deverá ser assinado com a Prefeitura em agosto, com prazo de oito meses para conclusão. Só depois da conclusão do projeto básico será possível conhecer o custo total da obra.

Relembre o caso

A requalificação da Orla de Charitas teve seu projeto vencedor anunciado em uma live promovida pelo IAB-RJ, na última segunda-feira (28). Além dele, foram anunciados também os cinco projetos que receberam menção honrosa. O concurso foi promovido em parceria com a Prefeitura de Niterói, através da Secretaria Municipal de Urbanismo e Mobilidade. Lançado no dia 22 de abril, o concurso obteve, no total, 19 inscritos.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email