Niterói por niterói

Publicado

Antropólogo Roberto DaMatta ministra aula pública no GayLussac

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Evento marcou o lançamento do livro “Dando um jeito no jeitinho” feito pelos alunos
0I5A6047 (1)
Foto: Divulgação Instituto GayLussac

O antropólogo social Roberto DaMatta ministrou uma aula pública, no Instituto GayLussac, na última quarta-feira (27). Doutor e mestre pela Universidade de Harvard, ele foi pioneiro na investigação do Brasil como sociedade e sistema cultural.

Tendo como tema a cidadania, DaMatta resgatou, na sua aula, o histórico aristocrata do país e esclareceu a relação entre “casa” e rua”, ilustrando diversas corrupções pautadas em privilégios e hierarquias.

O evento marcou o lançamento do livro “Dando um jeito no jeitinho” que reúne 170 crônicas escritas por alunos do 9º ano do Ensino Fundamental.  O objetivo do projeto é provocar incômodo e reflexão sobre as pequenas atitudes do famoso jeitinho brasileiro, tema de reflexões já feitas pelo próprio DaMatta.

“O livro está muito bem elaborado e editado. Eu gostaria de parabenizar a professora e os alunos. A partir de vocês, fiquei pensando no que é dar um jeito. Eu já sabia que essa escola era uma das melhores do Brasil, mas, agora, tenho certeza absoluta, porque não é toda escola que faz os alunos escreverem um livro”, afirmou o antropólogo.

A obra é fruto de debates promovidos em sala de aula pela professora Karla Faria. Ela observou que, na etimologia, a palavra corrupção parte da ideia daquilo que se deixou estragar. Segundo a professora, “é muito interessante” ver as reações quando se pergunta quais atos de corrupção o aluno e sua família já cometeram.

“Para nós é uma honra ter a leitura do professor que tanto nos ensinou e continua ensinando sobre o modo de viver socialmente do povo brasileiro”, afirmou a professora que agradeceu aos estudantes escritores que “aceitaram o desafio e transformaram o incomodo em uma reflexão consistente, virando do avesso o jeitinho do que não se deve ser. Dando, portanto, um jeito no jeitinho”.

COMPARTILHE