Niterói por niterói

Publicado

A dois passos… Niterói tem menores taxas de Covid e internações do ano

Vacinação já cobre 86,7% da população adulta com as duas doses; Rede dos SUS tem 40 pessoas internadas
Comprovante de vacinação será exigido a partir de outubro. Foto- Prefeitura de Niterói

Os números são favoráveis. Acompanham a tendência de queda na contaminação por Covid, registrada em todo o país. Na última semana, a Semana Epidemiológica 41, deste ano, foram documentados 279 novos casos da doença, um dos índices mais baixos, desde a escalada da pandemia. A ocupação dos leitos hospitalares reservados para a doença é de 26%, isto em função da redução do número de leitos, que caiu de 100 para 80, com a desativação de algumas posições. Nas UTIs, a ocupação é de 18%. Apenas 41 pessoas permanecem internadas.

O registro de óbitos, no entanto, continua crescendo, com a notificação de casos antigos que somente agora se pode atestar que foram decorrentes da Covid. Na última semana, foram mais 36 mortes. Desde o início da pandemia, Niterói registra 56.780 casos da doença e 2.441 mortes.

A vacinação tem sido responsável pela queda dos indicadores. Niterói tem uma das melhores taxas: 442.353 pessoas já tomaram a primeira dose da vacina, o que representa 100% da população adulta, e 356.387 moradores completaram a proteção, com a vacina de dose única e ou as duas doses da Coronavac ou da AstraZeneca, 86.7% da população adulta.

Apesar da queda da doença, o coronavírus continua a circular na cidade. Aparece nas amostras coletadas em todos os pontos de testagem na rede de esgoto. E o número de novos casos, apesar de ter diminuído, na antiga planilha de monitoramento da Covid, seria suficiente para manter o alerta de risco alto. Diante disto, a Secretaria de Saúde de Niterói mantém a recomendação do uso de máscara e dos protocolos sanitários.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email