Niterói por niterói

Publicado

Residencial e estruturado, Ingá é aposta do setor imobiliário para prédios de luxo

Por Redação
| aseguirniteroi@gmail.com
Retomada do setor mira em empreendimentos de alto padrão, e o bairro, bem localizado e valorizado, atende às novas demandas do mercado
Residencial e estruturado, Ingá é aposta do setor imobiliário para prédios de luxo
Perspectiva da fachada do residencial Tarsila. Foto: Divulgação

Tranquilo, familiar, bem localizado, estruturado. É assim que o Ingá é descrito no material de divulgação de empreendimentos que se multiplicam pelo bairro. Depois de anos de poucas novidades, constutoras voltam as atenções para a região, valorizada e com espaço para crescer. Os planos ambiciosos do setor imobiliário se evidenciam a cada novo lançamento, sempre de alto padrão. O próximo será o Tarsila, da Soter, na esquina das ruas Tiradentes e Pereira Nunes.

– O Ingá é um bairro carregado de memórias e ainda com muita história para contar. Além do Museu do Ingá, o bairro fica próximo do Museu de Arte Contemporânea de e ainda tem o Reserva Cultural – destaca Julio Kezem, vice-presidente da Soter. – O empreendimento pretende ser um diferencial no bairro. Observamos a possibilidade de criar um destaque importante, que não se resume à fachada sofisticada, mas também à área de lazer completa, de 830 m², com espaços amplos e muitas novidades para a região.

Tarsila será construído na esquina da Pereira Nunes com a Tiradentes: Foto: Google Street View

O Tarsila traz em sua estrutura as demandas mais atuais dos empreendimentos pós-pandemia: coworking com sala de reunião, espaço delivery, além de todo o lazer esperado de um condomínio de alto padrão. Toda a comodidade tem um valor agregado compatível. O metro quadrado custa cerca de R$ 10 mil. E as características e preço se repetem em outros lançamentos no bairro, que também focam na estrutura e no bem-estar como diferenciais.

Alto Ingá: metragem e lazer são diferenciais. Foto: Divulgação

Só da Soter, foram quatro em menos de um ano. Incluindo o Alto Ingá, com plantas de até 230 m² e muita área de lazer. Tem ainda o Residencial Francelino Bastos França, da SD Treiger, único a oferecer quarto e sala, mas num prédio com estrutura e conforto de sobra: “É prático. É elegante”, diz a descrição do empreendimento. “Perto de tudo o que Niterói tem de melhor”. Essa é a nova cara do Ingá.

Residencial Francelino Bastos França: quarto e sala de alto padrão. Foto: Divulgação

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email