Niterói por niterói

Silvia Fonseca

Silvia Fonseca é jornalista e trabalhou por 30 anos no jornal O GLOBO, onde foi Editora Executiva. Tem pós em Gestão de Redação, tem uma consultoria em soluções de mídia e é sócia fundadora do A Seguir: Niterói. Nasceu em Minas, mas mora em Niterói há 32 anos.
Publicado

Uma terceira via em marcha à ré

lula-entrevista-ipnoticias-argentina-reproduccca7acc83o-pagina-12
Lula: o ex-presidente e candidato do PT ao Planalto lidera com folga a disputa de 2022, segundo pesquisa. /Foto Divulgação/PT

Pesquisa do Ipec (antigo Ibope) sobre a eleição presidencial divulgada nesta terça-feira (14) mostra que a chamada terceira via, uma candidatura que conseguiria furar a polarização entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Lula (PT), não decolou. A um ano das eleições, porém, ainda é cedo para afirmar que Lula e Bolsonaro se enfrentariam mesmo num eventual segundo turno, embora a dificuldade das demais candidaturas possa indicar isso.

Na consulta, Lula aparece com 48% das intenções de voto, mais do que todos os adversários juntos, e hoje venceria no primeiro turno com folga. Já Bolsonaro se desidratou muito em relação à votação de 2018 e teria apenas 21%, ainda assim com força suficiente para ir a um eventual segundo turno.

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos), que chegou a animar setores da elite, da mídia e ex-bolsonaristas, mostrou pouco fôlego até agora, conseguindo 6% das intenções de voto, num empate técnico com o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), o governador João Doria (2%) e André Janones, do Avante.

Ciro, que já virou figurinha fácil em eleições presidenciais, está em situação ainda pior do que Moro. Candidato há mais tempo, tem apenas 5% das intenções de voto hoje, o que mostra enorme dificuldade para crescer depois de tanto tempo em pré-campanha e de um conhecimento maior de seu nome junto ao eleitorado.

Os demais candidatos tiveram 1% cada ou menos que isso. Eleitores que pretendem votar em branco, anular ou não responderam somam 14%.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email