Niterói por niterói

Lupulinário

Por Sônia Apolinário

Sônia Apolinário é jornalista tendo trabalhado nos principais jornais do país, sempre na área de Cultura. Também beer sommelière, quando o assunto é cerveja e afins, ela se transforma na Lupulinário.
Publicado

De Saquarema, Una Beer terá bar no Mercado Municipal de Niterói

Projeto do bar da cervejaria Una
Projeto do bar da cervejaria Una. Fotos: Divulgação

Uma marca com CNPJ de Saquarema está se mudando, “de mala e cuia” para Niterói. A Una Cervejaria tem tudo para chegar à cidade, em grande estilo, com direito a bar e fábrica próprios. O projeto da fábrica surgiu primeiro, mas o bar passou na frente e será inaugurado no dia 27 de julho, com a abertura do Mercado Municipal de Niterói.

Se estabelecer na cidade é uma volta às raízes para o niteroiense Marcelo Pinheiro Gomes que, há tempos, transita pela cena cervejeira do município. Produtor caseiro desde 2010, integrante da Confraria dos Cervejeiros de Niterói (CCN), ele viu a oportunidade de se profissionalizar quando uma fazenda da família, no distrito de Sampaio Corrêa, em Saquarema, caiu no seu colo.

Lá, construiu a fábrica com capacidade de 8 mil litros, da então cigana iniciante Una. A empreitada começou em 2018. No final de 2019, com o registro da fábrica nas mãos, acelerou a produção. Porém, logo veio a pandemia do Coronavírus.

– Nessa época, quase desisti de tudo. Meu principal mercado era em Saquarema. Um dia, meu maior comprador devolveu todas as cervejas porque tinha fechado o estabelecimento – contou Marcelo que sempre morou em Niterói.

O espaço da cervejaria na reta final da construção. 

Naquele momento, ele tinha uma produção regular de seis rótulos de um total de 14 receitas registradas. De lá para cá, parou de envasar sua bebida e passou a trabalhar apenas com chope.

Também começou a se questionar se valia a pena produzir cerveja tão longe de casa e começou a pensar, seriamente, em transferir sua fábrica para Niterói. O primeiro passo foi dado ano passado com a compra de um terreno em, Piratininga. As obras ainda não começaram, apenas o “duelo” com a burocracia que envolve o negócio.

Com a entrada do irmão Márcio, também morador de Niterói, na sociedade da cervejaria, começou a ser fomentada a ideia da abertura de um bar da marca. Acabaram optando por ocupar um espaço no Biergarten do Mercado Municipal.

– A inauguração do Mercado foi adiada algumas vezes e, confesso, cheguei a suar frio com isso, mas não desisti dos planos. Acredito que esse espaço com várias marcas de cerveja juntas pode ser um bom atrativo, não só para o Mercado, mas também para a cidade – afirmou Marcelo.

O bar da Una terá um total de 10 torneiras. Que serão ocupadas, inicialmente, com chopes nos estilos Premium Lager, Hop Lager, APA, Session IPA, IPA, Double IPA, Witbier e Belgian Blond. Duas serão destinadas a marcas convidadas ou futuros rótulos colaborativos.

Vai ter operação de cozinha, mas os petiscos só entram em cena em agosto ou setembro, segundo informou Marcelo.

No Mercado

Nova formação: ao lado da Una, no espaço reservado para cervejarias do Mercado Municipal de Niterói estarão: Noi, Marauú e Ocka Rocka (Niterói, RJ), Maltz (Maricá, RJ) e Arkan (Saquarema, RJ). Sai Antuérpia (Juiz de Fora, MG) e entra Backbone (Visconde de Mauá, RJ, mas em operação terceirizada ou seja, não é da própria marca). A Mistura Clássica vai se apresentar como Nosso Chope (a marca Mistura Clássica pertence, desde 2021, à Nossa Fábrica, que fica em Guapimirim, RJ). Também estará no Biergarten do Mercado Municipal de Niterói o bar Arlequim, da cerveja Therezópolis (Toledo, PR) que pertence à Coca-Cola Femsa, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola do mundo.

O Mercado fica na Avenida Feliciano Sodré, 488, no Centro de Niterói.

Leia também: A cerveja da Inteligência Artificial

 

 

 

 

COMPARTILHE